10/05/18 | 13:19
Novo edital da previdência torna mais seletiva a escolha de administradores de fundos

      

Neto (esq.) com Fernando Krichanã, da Supinv (Foto: Luíza Parente)

Uma linha de corte para que gestoras, administradoras e instituições financeiras possam se credenciar para administrar os fundos de investimentos da Manaus Previdência é a novidade do novo edital para esse fim publicado no Diário Oficial do Município (DOM) de quarta-feira, 09/05. Agora, os gestores terão que comprovar que gerem, pelo menos, R$ 6 bilhões em recursos de terceiros, no País, e os administradores, R$ 3 bilhões. Já as instituições financeiras precisam atender a requisitos mais rigorosos para se cadastrarem.

A medida visa proteger ainda mais os recursos da previdência municipal, impedindo que instituições de pequeno porte e não saudáveis se credenciem junto à instituição. “Estamos aprimorando cada vez mais a seleção das empresas que trabalham gerenciando os recursos da previdência, a fim de evitarmos problemas que aconteceram há mais de seis anos, quando nossos investimentos chegaram ter 52% da carteira comprometidos com aplicações em fundos problemáticos”, explica o diretor-presidente da autarquia previdenciária, Silvino Vieira.

Os novos valores para o credenciamento, conforme Vieira, estão no patamar dos grandes Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) do País e passou por análises no Comitê de Investimentos (Cominv) até chegar ao formato atual. No edital anterior, não havia exigência de valor mínimo administrado pelos gestores e administradores e nem credenciamento para as instituições financeiras.  “Mesmo com toda essa liberdade, tínhamos a preocupação de selecionar muito bem os nossos gestores e administradores. E foi isso que nos possibilitou baixar de 52% para menos de 10% a participação dos fundos problemáticos em nossa carteira, conforme aponta os números preliminares do fechamento de abril”, adianta o diretor-presidente.

Responsável por assegurar o pagamento de aposentadorias e pensões de 6.781 segurados, a Manaus Previdência trabalha, atualmente, com 15 administradores, 19 gestores e sete instituições financeiras que, juntos, administram 50 fundos, além de títulos públicos federais administrados pela própria previdência. O órgão fechou o trimestre com R$ 955,3 milhões na carteira de investimentos. O balanço de abril ainda não foi fechado.

O superintendente de Investimentos da autarquia, Flávio Castro, informa que o edital de credenciamento é uma exigência da Secretaria de Previdência (SPrev). “Temos que estabelecer critérios para a seleção dos interessados, assim como atualizar anualmente o documento”, diz.

A meta para o próximo edital, adianta, é a de que seja incluída a possibilidade de credenciamento dos distribuidores de valores mobiliários, que atuam na intermediação entre investidores e as instituições financeiras e administradoras de recursos de terceiros. “Assim, contemplaríamos todos os ramos de administradores de carteira, conforme prevê a legislação da área, aumentando a segurança dos investimentos”, justifica Castro.

Manaus Previdência

Texto: Marcia Claudia Senna

Ascom – (92) 3186-8029

ascom.manausprevidencia@pmm.am.gov.br

http://manausprevidencia.manaus.am.gov.br/

facebook.com/ManausPrevidencia