09/02/18 | 15:01
Previdência municipal garante retorno de aplicações em fundos de risco

Política de investimento da autarquia vai recuperando, aos poucos, recursos de fundos de alto risco (Fotos: Luíza Parente/Manaus Previdência)

A Manaus Previdência está entre os cotistas que vão receber parcelas de um total de R$ 67 milhões do Fundo de Investimento Recuperação Brasil RF Longo Prazo. A boa notícia foi um das pautas do Comitê de Investimentos (Cominv) da autarquia, que se reuniu na manhã desta sexta-feira, 09/02, em sua 3ª Reunião Ordinária.

O diretor-presidente da instituição, Silvino Neto, explica que esse fundo era um dos 17 de alto risco que foram herdados em janeiro de 2013 e que colocavam a previdência municipal em situação temerária, ameaçando, inclusive, o pagamento dos benefícios de aposentados e pensionistas do município. ”Em janeiro deste ano, completamos seis anos de uma nova gestão municipal, incluindo a previdência, onde a meta estipulada pelo Executivo municipal foi a de recuperarmos o regime próprio de previdência do município, tirando qualquer ameaça sobre os benefícios de mais de 6 mil segurados, entre aposentados e pensionistas”.

Em janeiro de 2013, a previdência municipal contabilizava 52% de seus recursos investidos em 17 fundos de alto risco. Esse percentual representava o comprometimento de R$ 240 milhões de um total de R$ 465,6 milhões da carteira de investimento da época. Com uma gestão austera a partir dessa época, o comprometimento da carteira de investimento em fundos de alto risco fechou 2017 em 11,44%, representando R$ 105,2 milhões de um total de R$ 919,7 milhões registrado em dezembro passado. “Fechamos 2017 registrando a recuperação de R$ 121,2 milhões desses investimentos de alto risco, e já estamos conseguindo outros retornos em 2018”, comemora Vieira.

Segundo o superintendente de Investimentos e presidente do Cominv, Flávio Castro, a participação da previdência municipal no fundo Brasil RF de 12,99%. “Com essa recuperação, conseguimos reduzir ainda mais a participação dos fundos ilíquidos na carteira de investimentos”, disse.

Novas aplicações constaram na pauta do Cominv

APLICAÇÕES

Avaliação do cenário atual do mercado e definição sobre novas aplicações e gestoras foram outros temas que entraram na pauta da reunião do Cominv nesta sexta-feira, que integrou, ainda, um novo membro: dr. Caio Andrade, advogado, servidor da Manaus Previdência, na função de analista previdenciário, e que possui  CPA-10, certificação profissional oferecida pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) que atesta que profissionais que desempenham atividades de comercialização e distribuição de produtos de investimento têm conhecimento do mercado.

Além de Castro e Andrade, participaram da reunião os membros Ana Sílvia Domingues, Edson Brasil, Jânio Guimarães e Raimundo Nonato, com a servidora Carolinne Nunes secretariando a reunião.

 

Ascom – Manaus Previdência

Texto: Marcia Claudia Senna / Manaus Previdência

Foto: Luíza Parente / Manaus Previdência

Tel (92) 3186-8029

ascom.manausprevidencia@pmm.am.gov.br

http://manausprevidencia.manaus.am.gov.br/

facebook.com/ManausPrevidencia