Notícias

Manaus Previdência desperta interesse de Regimes de Previdência da região Norte

O destaque da Prefeitura de Manaus na área previdenciária tem despertado interesse de outros Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS). A Manaus Previdência recebeu a visita técnica de representantes dos estados do Acre e Pará para benchmarking sobre o processo de certificação no Pró-Gestão RPPS. A visita teve início no dia 03 de março e finalizou hoje, dia 05.

A visita das representantes dos regimes de previdência do norte é a evidência de que a Manaus Previdência se destaca entre os RPPS e é reconhecida nacionalmente como referência em gestão previdenciária”, analisou a diretora-presidente da autarquia manauara, Daniela Benayon. “As portas estão sempre abertas a todos que quiserem conhecer o nosso trabalho.”

As representantes do Instituto de Previdência do estado do Acre (Acreprevidência), Samira da Silva Louzada Oliveira, chefe de gabinete; Geovanna de Farias Sampaio, departamento financeiro; Natálya Freire Cunha, procuradoria jurídica; Iva Carla Pinto da Silva, departamento de planejamento e Miriam Rocha Kahwage, coordenadora do núcleo de planejamento do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) foram recepcionadas no primeiro dia, por Daniela Cristina da Eira Corrêa Benayon, diretora-presidente da Manaus Previdência, Márcia de Oliveira Assunção, assessora técnica e Flávio Rodrigues de Castro, superintendente de investimentos.

No primeiro dia foram apresentadas todas as fases do processo de certificação que vai desde a adesão ao programa até a recepção das auditorias, entraves, desafios, fatores críticos para o sucesso do projeto e os requisitos atendidos na área de Investimentos. Nos dias que se sucederam, foram apresentadas as demais áreas de atuação da autarquia, no escopo do Pró-Gestão, a saber, controle interno, arrecadação, concessão de benefícios, jurídico, tecnologia da informação e psicossocial, onde puderam observar algumas ações na prática, além de aprofundar os conhecimentos nessas áreas e trocar experiências.

É uma oportunidade ímpar estar aqui, porque a Manaus Previdência já conseguiu a certificação, então já conhecem todo o processo, e isso para nós, é um grande ganho de tempo e também uma oportunidade de atingir a meta de nos certificarmos”, disse Míriam Kahuage, do Igeprev. Conforme Kahuage, esse momento, essa dedicação e atenção que tiveram conosco é fundamental. A Manaus Previdência é muito organizada e sempre proporciona para o segurado o que há de melhor. Esse olhar de que o segurado é o meu alvo e o meu público, o envolvimento e o comprometimento dos servidores da instituição, é a proposta que quero levar, essa percepção do quanto é importante que todos estejam engajados no mesmo propósito.

Para Iva Silva, do Acreprevidência, a experiência foi muito gratificante, porque o estado do Acre ainda está em processo de implantação do Pró-Gestão. E segundo ela “nós tivemos essa oportunidade de comparecer na Manaus Previdência, compartilhar e receber todo o processo sobre a certificação. Somos muito gratos, estamos realmente querendo implantar esse novo modelo de gestão no nosso estado, para dar uma qualidade melhor no atendimento e cuidado com os nossos aposentados”.

O Pró-Gestão RPPS é um programa de certificação institucional, do Ministério da Economia, por meio da Secretaria de Previdência, que tem como objetivo incentivar os Regimes Próprios de Previdência Social a adotarem melhores práticas de gestão previdenciária, que proporcionem maior controle dos seus ativos e passivos e mais transparência no relacionamento com os segurados e a sociedade.

A Manaus Previdência em 2019, conquistou a certificação Pró-Gestão RPPS no Nível III, tornando-se a primeira capital da Região Norte a obter essa certificação e a segunda de todo país. Ainda em 2019, alcançou o 1º lugar no Prêmio “Destaque Brasil de Responsabilidade Previdenciária” – categoria 5, da Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (ABIPEM), prêmio que avalia 92 quesitos distribuídos em quatro categorias: Investimentos, Conselhos, Órgão Gestor e Ente Federativo, tornando-se referência nacional.

Em 2020, a previdência municipal está trabalhando para alcançar o nível IV da certificação e os RPPS dos estados do Acre e Pará buscam a certificação nos níveis I ou II, situação a ser definida após diagnóstico situacional.

_ _ _

Ascom – Manaus Previdência

Texto: Beatriz Agnes Melo/ Manaus Previdência

Notícias relacionadas